DIA INTERNACIONAL CONTRA A HOMOFOBIA, TRANSFOBIA E BIFOBIA: O TURISMO LGBT+ NO RIO DE JANEIRO

O FESTIVAL DE MARICÁ ABRE AS COMEMORAÇÕES DE ANIVERSÁRIO
19 de maio de 2022
RIO DAS OSTRAS JAZZ & BLUES FESTIVAL ACONTECE NO FERIADO DE CORPUS CHRISTI
31 de maio de 2022
Compartilhe

O Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia foi comemorado na terça-feira (17 de maio). A data marca a luta contra a LGBT+fobia, principalmente por ter sido criado para relembrar que, em 1990, a homossexualidade passou a não ser mais considerada uma doença de acordo com a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde. 

Entretanto, as ocorrências de LGBTfobia cresceram 20% em 2021, segundo dados do Anuário do Fórum de Brasileiro de Segurança Pública. A partir disso, a equipe da Federação de Conventions & Visitors Bureaux do Estado do Rio de Janeiro irá indicar alguns pontos turísticos para a comunidade LGBT+, onde poderão, assim, aproveitar sem se sentirem ameaçados pelo preconceito.

Na Barra da Tijuca, existem alguns bares próprios para a comunidade. Assim como em Botafogo, Copacabana e Centro da Cidade. Essas casas noturnas costumam ter bastante música, bons drinks e shows de artistas famosos, dependendo do local. Além disso, a praia de Ipanema ficou em segundo lugar no ranking de melhores para o público LGBT+, de acordo com a votação, feita em fevereiro deste ano, promovida pelo site Gaycities.

Esse destaque do Rio de Janeiro existe não apenas dentro do território nacional, mas também fora. O turismo LGBT+ movimenta, segundo dados do OutNow de 2019, 218 bilhões de dólares no mundo. O Brasil é o segundo maior mercado. Dessa maneira, o Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB), com a parceria da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil e da Associação Internacional de Turismo LGBT+ (AGLTA), fez, no início do ano, uma capacitação dos profissionais do setor de turismo. 

Essa qualificação, a qual foi exclusiva para associados do Rio CVB, ocorreu no JW Marriott Hotel e contou com debates, dados e um “tira dúvidas” sobre a inclusão no mercado de trabalho. “A capacitação é fundamental para que o prestador de serviço saiba receber esse turista de uma maneira verdadeiramente exclusiva”, explicou, o diretor de Turismo da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil, Otavio Furtado.

O Rio Convention & Visitors Bureau tem como uma das prioridades do ano de 2022 o trabalho com o turismo LGBT+. “O Rio é um destino LGBTQIA+ atraente há muitos anos. O que queremos é incrementar isso, mostrar que a cidade acolhe bem todo mundo, e tem muito a oferecer”, diz, a Roberta Werner, diretora-executiva do Rio CVB.

Os comentários estão encerrados.

Translate