CIDADES ADOTAM MEDIDAS PARA CONTER A PANDEMIA DO CORONAVÍRUS

FC&VB-RJ ENTREGA CERTIFICADO DE RECONHECIMENTO AO PETRÓPOLIS CONVENTION & VISITORS BUREAU
19 de março de 2021
SENADO APROVA PROJETO DE LEI 5.638/2020 E CRIA PROGRAMA EMERGENCIAL PARA AUXILIAR O TURISMO
2 de abril de 2021
Compartilhe

Por conta do avanço da Covid-19, as cidades do Estado do Rio de Janeiro estão tomando medidas para conter o avanço da pandemia do coronavírus. Em meio à escalada do número de mortes e internações, e ainda com o Sistema de Saúde perto de entrar em colapso, reduzir o número de pessoas circulando pelas ruas será uma das apostas dos governantes neste “superferiadão”. Separamos o que irá funcionar ou não algumas cidades.

Rio de Janeiro e Niterói 

A partir do próximo dia 26, até 04 de abril, somente serviços essenciais estarão funcionando. Seguindo o conselho do Comitê Científico das duas cidades, os municípios decretaram um “superferiadão” ao antecipar feriados para conter a contaminação pelo coronavírus. Segundo o decreto publicado pelo prefeito Eduardo Paes (RJ) e Axel Grael, os estabelecimentos só poderão funcionar para a entrega em domicílio (delivery), retirada em balcão (take-away) ou drive-thru. Está proibido o atendimento presencial para consumo local.

O que não funciona:

– As praias, de acordo com a Prefeitura do Rio e Niterói, vão continuar fechadas, mas a prática de esportes individuais será permitida – o mesmo vale para os parques públicos. A decisão inclui dias de semana, sábados e domingos; lojas de comércio não essencial; shoppings; boates; danceterias; museus; galerias; bibliotecas; salões de cabeleireiro; clubes; quiosques; parques de diversão; escolas; universidades; creches; eventos esportivos (incluindo jogos de futebol); estabelecimento de ensino de esportes, música, arte, cultura, cursos de idiomas, cursos livres, preparatórios e profissionalizantes (presenciais) e centro de treinamento e formação de condutores.

O que funciona:

– Bancas de jornal, sendo proibida a venda de bebida alcoólica; supermercado; farmácia; atividades físicas individuais em parques e praias; transporte; comércio atacadista; pet shop; lojas de material de construção; locação de carros; serviços funerários; bancos; serviços médicos; mecânicas e loja de autopeças; hotelaria, com serviço de alimentação restrito a hóspedes; igrejas; postos de combustíveis; feiras livres; e serviços de telecomunicações, teleatendimento e call-center.

Saquarema

Na cidade, as medidas, que já iniciaram nesta quarta-feira, também visam impedir aglomerações de pessoas e segurar a disseminação do coronavírus.

– Está proibida a entrada nas praias, praças e espaços públicos de lazer; estabelecimentos comerciais só poderão funcionar com capacidade máxima de 50%; o uso de máscaras de proteção facial é obrigatório nos espaços públicos; ocorrerão fiscalizações no comércio para evitar a necessidade de fechamento total das lojas; diversos pontos de entradas ao município estarão fechados com manilhas; só serão permitidas as entradas de pessoas que portarem um comprovante de residência no próprio nome; e é obrigatória a apresentação de voucher de reserva, nos casos de estadia em pousadas ou hotéis.

Petrópolis

A Cidade Imperaial também adotou medidas para conter a propagação do coronavírus pela serra. Todos os pontos turísticos de Petrópolis (públicos e privados) estarão fechados pelo menos até sexta-feira, quando o governo do Estado deve decretar as orientações para os municípios fluminenses.

Macaé

A Prefeitura de Macaé adotou novas medidas restritivas nas atividades econômicas não essenciais e da circulação de pessoas em áreas públicas da cidade.

– Funcionam neste período hospitais, clínicas de emergência e veterinária, farmácias, postos de gasolina, consultórios e laboratórios, rede hoteleira com redução de circulação, padarias, oficinas mecânicas; e está proibida a aglomeração de pessoas em vias, calçadas e praças públicas, e a permanência em parques, cachoeiras, áreas de lazer e em espaços públicos e provados.

Búzios

O município de Armação dos Búzios anuncia o novo Decreto n° 1595, em vigor a partir da próxima sexta-feira (26), com novas medidas para conter o avanço do coronavírus no balneário, que iniciam na próxima sexta-feira (26) e vão até o domingo de Páscoa (4).

– Festas, shows e eventos seguem proibidos no balneário; estabelecimentos comerciais poderão funcionar até meia- noite, com atendimento exclusivo em mesas e limite de 50% da sua lotação; está proibido a permanência e o uso geral de todas as praias, exceto a prática de atividades físicas individuais ao ar livre; passeios de escunas, catamarãs, barco táxis e demais embarcações estão autorizadas a funcionar, limitados a 50% da sua lotação; e todos os embarcados, incluindo turistas e tripulantes, devem usar máscara de proteção e manter distância de 1,5m (um metro e meio).

Arraial do Cabo

A cidade também adotou novas medidas de enfrentamento ao coronavírus, visando conter a pandemia pela região.

– Todos os receptivos tiveram uma redução de 50% de sua capacidade, a entrada no município fica restrita a quem tiver reserva em estabelecimentos dentro das categorias a gerar qr code; fica proibido o funcionamento de estabelecimentos comerciais entre 23 horas e 6 horas; das 6 horas até as 12 horas fica proibido a emissão de qr code para o mesmo dia; fica proibida a entrada de veículos de turismo – vans, micro-ônibus e ônibus; fica limitado a apenas uma saída dos barcos – passeio e mergulho; está proibida a entrada de buggy ou taxi com passageiros sem o qr code, está proibido também música ao vivo em bares e restaurantes; fica limitada a 50% as jardineiras e o uso de máscara é obrigatório na cidade.

Iguaba Grande

O prefeito da cidade da Região dos Lagos também aderiu a algumas restrições para conter o avanço da pandemia na região. O município instalou barreiras sanitárias volante para impedir a entrada de pessoas que não residem e que não estão realizando um trabalho de emergência ou a trabalho na cidade.

– Está proibida a permanência de indivíduos na faixa de areia da Lagoa de Araruama, bem como no calçadão, em qualquer horário; está vedado o uso de quadras esportivas e áreas de lazer; não podem ser realizados eventos, festas e atividades transitórias em áreas públicas e particulares; não podem funcionar clube sociais, náutico e marina; bares, restaurantes, lanchonetes e pizzarias poderão funcionar das 08 horas às 22 horas e ainda para entrega em domicílio.

São Pedro da Aldeia

Assim como outras cidades da Região, São Pedro da Aldeia também colocou em prática algumas restrições sobre o que poderá ou não funcionar nesta semana do feriadão.

– serviços essenciais estarão funcionando na cidade: farmácias, supermercados, açougue, hortifutri, posto de gasolina, lojas de venda de alimentos para animais, distribuidora de água e gás, padarias, posto de combustível, agência bancária e lotérica, hospital, clínica e laboratórios; estão suspensas as atividades em área de lazer, em parques, praias e quiosques, e fica suspenso de forma parcial o funcionamento de bares, em restaurantes e em foodtrucks.

Araruama

  A cidade também criou medidas para conter a onda da pandemia do coronavírus e adorou medidas para evitar a circulação de pessoas.

– Está proibido o acesso às praias, lagoas e piscinas públicas; o serviço de travessia de Ferryboat está suspenso; barreiras nos locais de acesso ao município até o dia 04 de abril foram instaladas pela prefeitura, em que só pode entrar na cidade moradores com comprovante de residência, sendo a pessoa a titular do documento e trabalhadores deverão apresentar documento que demonstre vínculo empregatício, assim como hóspedes deverão apresentar voucher das respectivas pousadas ou hotéis.

 Casimiro de Abreu

A prefeitura da cidade instalou barreiras sanitárias para conter a entrada de pessoas no município para reduzir o avanço da pandemia. Somente moradores com comprovante de residência, trabalhadores com comprovação, pacientes com consultas devidamente comprovadas, audiências em tribunais (apresentar citação/intimação), atendimento em órgãos públicos com comprovante de agendamento, profissionais da área de saúde e segurança em serviço, com as devidas comprovações, veículos oficiais em serviço e ambulâncias terão permissão para passar nas barreiras.

– Está vedada a permanência de pessoas em praias, praças públicas, lagos, rios, parques, jardins e quadras desportivas; está proibida a realização de eventos públicos ou privados, e a permanência de pessoas nas ruas entre 23 horas e 05 horas.

Quissamã

Assim como outros municípios do Estado do Rio de Janeiro, Quissamã também aderiu a algumas medidas para segurar a onda da pandemia do coronavírus, criando barreiras para monitorar a entrada de pessoas no município.

Os comentários estão encerrados.

Translate