Conheça e descubra os melhores destinos.
Um Estado maravilhoso espera por você

O QUE FAZER EM VISCONDE DE MAUÁ?

Publicado por Tatiana Mesquita em 27 de outubro de 2022

Localizada no Sul do Estado do Rio, Visconde de Mauá é composta por parte de dois estados: Rio de Janeiro e Minas Gerais, além dos municípios de Resende, Itatiaia e Bocaina de Minas. Com um conjunto de Vales e Vilas que despertam sensações incomparáveis de paz e tranquilidade, as construções são verdadeiros cenários da vida rural, com uma simplicidade que encanta aos visitantes.

As baixas temperaturas no inverno, que podem chegar aos -3ºC, também encantam quem passa pelo lugarejo que fica na Serra da Mantiqueira. Na Região é possível admirar lindos espaços de área verde, cachoeiras e também conhecer construções que permitem um cenário único, de toda a extensão das montanhas que cercam este entorno.

As cachoeiras são os principais pontos turísticos da região, com destaques para a do Escorrega, dos Macacos, Véu da Noiva, Poção da Maromba, Santa Clara, Toca da Raposa, além da Cachoeira da Saudade, a do Santuário, a da Fumaça, que é a maior do Rio de Janeiro.

Com belos cenários e montanhas que podem ser vistos das famosas pousadas com opções de arrancar o fôlego, a região também é boa para quem quer aproveitar uma gastronomia variada. No inverno os fondues são bastante procurados e em quase todos os restaurantes do entorno, uma das especialidades é a truta.

Pra quem gosta de artesanato, queijos e doces, a região de Visconde de Mauá é um prato cheio. São diversas lojas espalhadas principalmente por Maringá do Rio de Janeiro. Há também várias opções de presentes, como velas, chocolates e itens de decoração.

Segundo os relatos históricos, a cidade tem seu nome ligado ao comerciante e pioneiro industrial, Irineu Evangelista de Sousa, o Visconde de Mauá. Na época do Império, em 1870, ele recebeu terras para exploração madeireira para produzir carvão. Em 1889, seu filho pensou em instalar na região, uma colônia para receber imigrantes da Europa. A ideia não acabou indo para frente e poucos vieram.

Depois de mais uma tentativa fracassada de abrigar colonos após as terras serem compradas pelo governo, no início do século XX, algumas famílias acabaram fixando raízes em Visconde de Mauá. E os primeiros registros de turismo na região, datam da década de 30 com a chegada de familiares europeus dos imigrantes. Depois da criação do Parque Nacional do Itatiaia, em 1937, a localidade acabou ganhando maior visibilidade.

Em meados dos anos 60, com a construção dos primeiros hotéis, o Casa Alpina e o Hotel Bühler, se iniciou a estrutura turística de Mauá. Já entre 70 e 80, com o movimento hippie e sua ascensão, o destino ganhou o mapa turístico do Brasil e proporcionou um maior crescimento dos vilas.

 

Vitor Mattos - Redação