SELO “MELHORES VILAS TURÍSTICAS” PARA TURISMO RURAL DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO (OMT)

SINDRIO CRIA PARCELAMENTOS ESPECIAIS
10 de agosto de 2021
ANGRAE ILHA GRANDE C&VB RECEBE MOÇÃO DE APLAUSOS DA CAMARA DE VEREADORES DE ANGRA DOS REIS
13 de agosto de 2021
Compartilhe

A Organização Mundial do Turismo (OMT) está selecionando destinos turísticos rurais para integrarem o projeto “Melhores Vilas Turísticas”. A iniciativa visa maximizar a contribuição do setor para a redução das desigualdades regionais e o combate ao despovoamento das áreas rurais. Também busca promover o papel do turismo na valorização e preservação das vilas rurais e suas paisagens, sistemas de conhecimento, diversidade biológica e cultural, além de valores e atividades locais, sem esquecer a gastronomia

Para participar do projeto são elegíveis vilas rurais:

– com densidade populacional máxima 15.000 habitantes,

– que estejam localizados em uma paisagem com importante presença de atividades tradicionais como agricultura, silvicultura, pecuária ou pesca,

– possuir ações de turismo de base comunitária,

– que sejam exemplos de como aproveitar o poder do turismo para oferecer oportunidades e salvaguardar suas comunidades, tradições locais e patrimônio.

Em consonância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a iniciativa da Organização Mundial do Turismo (OMT) tem como objetivo encontrar aldeias ou vilarejos que tenham adotado abordagens inovadoras e transformadoras para o turismo nas áreas rurais.

A OMT fará a seleção a partir das indicações dos países-membros, que poderão inscrever até três candidaturas. Consulte aqui o chamamento do Ministério do Turismo (MTur), como órgão responsável pela inscrição das indicações brasileiras, lança uma chamada pública simplificada para selecionar as candidatas brasileiras. E colocamos aqui, o chamamento da Organização Mundial do Turismo.

O prazo para envio das propostas para análise do MTur é 21 de julho de 2021, pelo e-mail [email protected] Por fim, é importante lembrar que as propostas podem ser encaminhadas por entidades públicas ou privadas, associações, pessoas físicas ou jurídicas, que representem as comunidades.

Os comentários estão encerrados.

Translate