O interior do Estado do Rio ganha uma edição semanal do Jornal de Turismo

Deputados deveriam estudar mais economia do turismo
12 de março de 2015
PROGRAMAÇÃO OFICIAL DO VII CONGRESSO BRASILEIRO DE C&VBx
17 de março de 2015
Compartilhe

O fechamento desta primeira edição do Jornal de Turismo dedicado a divulgar as belezas do Interior do Estado do Rio é motivo de dupla comemoração.

 

Foi a forma que escolhemos para iniciar as comemorações dos 50 anos do nosso Jornal, fundado em 1965 pelo meu tio C. Araújo Castro. Focar em uma edição semanal totalmente dedicada ao interior do Rio é mais uma atitude pioneira do nosso veículo. Nunca, no setor do turismo, o interior do estado contou com uma vitrine semelhante. Um veículo de circulação nacional destinado a mostrar todo o nosso potencial. A escolha do título não poderia ser mais feliz. Há 50 anos o nosso JT nasceu como Jornal de Turismo do Rio de Janeiro. Para essa publicação trouxemos de volta o “do Rio de Janeiro”. Teremos agora semanalmente a edição eletrônica do “Jornal de Turismo do Rio de Janeiro” e mensalmente uma edição impressa.

Quando tive a oportunidade em 2014 de assumir a convite do Governador Pezão o cargo de Secretário de Estado de Turismo compreendi que a minha maior missão foi olhar para o interior. Durante todos os finais de semana fiz viagens de imersão. Escolhia um município ou região e ficava de sexta até domingo a disposição dos prefeitos e secretários municipais de turismo. Conhecendo distritos, atrativos, pessoas fantásticas e paisagens extraordinárias. Tudo sem pressa, sem olhar para o relógio e sem ficar ligado no celular. Foi um período de imersão absoluta. Descobri um potencial turístico e uma potencialidade extraordinária. Foram quase 20 mil/kms rodados em oito meses. Como homem de turismo agradecia no final de cada viagem a oportunidade de conhecer de verdade o meu estado. O cargo de Secretário de Estado me possibilitou conhecer um Rio que precisa ser mostrado ao Brasil e ao mundo. Ouvi histórias fascinantes, assisti apresentações culturais emocionantes e degustei uma culinária rica e saborosa.

Ao encerrar em janeiro este meu ciclo na vida pública resolvi que o maior legado que levaria era, como jornalista, continuar a divulgar estas cidades. Todas com uma história para contar. Encontrei nesta viagens apaixonados gestores públicos municipais que acreditam no turismo como um fator de crescimento da sua gente. São amigos para toda a vida e dos quais me tornei fã. “Cantar a sua aldeia” torna o poeta universal. Se a missão como secretário é efêmera e passageira, você está e não é… Me caberia como jornalista mergulhar de cabeça na missão de criar um mecanismo que utilizando as ferramentas modernas de comunicação mostrasse ao mundo um estado apaixonante e volorizar o trabalho destes heróicos gestores municipais. Afinal eu sou jornalista e não estou jornalista e está será a minha missão.

Agradeço de coração, aos Governadores Luiz Fernando Pezão e Sérgio Cabral a confiança que depositaram no meu nome para comandar o turismo do estado e principalmente para me permitir, de um ponto de vista diferenciado me apaixonar pelo interior do Rio.

Esta primeira edição do Jornal de Turismo nasce em um dia histórico: 13 de março. Trata-se da data de nascimento do nosso fundador. Araújo Castro nasceu em 13 de março de 1921. Estaria completado hoje 94 anos. Ele nos deixou há 18 anos. Lançar o Jornal de Turismo do Rio de Janeiro no dia do seu aniversário não é uma feliz coincidência. É a reafirmação do espírito de pioneirismo da nossa equipe e capaz de brindar, no ano que o jornal completa 50 anos um novo Jornal de Turismo do Rio de Janeiro totalmente dedicado ao interior do estado.

Fonte: Jornal de Turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate